-->
2

Textos Falsos - Parte 5

Editar postagem

Na atual situação em que nós consumidores estamos, reféns de algumas pseudo-empresas prestadoras de péssimos serviços tais como telefonia, tv a cabo e por aí afora, um texto bem apropriado, de autoria ainda desconhecida, mas creditado indevidamente a Mario Prata.
Nas minhas pesquisas em busca do autor, encontrei neste blog abandonado da cantora Claudia Telles, abaixo do texto publicado com o título "O grande macete" em 16/01/2004, o nome de Marcos André Borges.

Fuçando mais um pouco achei aqui algumas informações a respeito de Marcos André Borges, jornalista e diretor da VSM Comunicação, agência pioneira na área de Comunicação Corporativa no Ceará.
Mandei a ele um e-mail perguntando se é autor do texto "Então cancela!", e estou à espera de uma resposta que, se vier, colocarei aqui no blog para matar nossa curiosidade.
Abaixo do texto em questão, coloco um trecho de uma crônica do próprio Mario Prata, desmentindo a autoria e protestando sobre a falta de "policiamento" na Internet.

ENTÃO CANCELA!

CASO 1:

Eu liguei pro Real-Visa e pedi pra diminuírem a anuidade, que ia pra 4 x 24 reais.
A atendente disse que era impossível.
Eu disse:
- Então, cancela!
Ela respondeu:
- Mas senhor, o cartão é um cartão bom demais, etc.
Eu disse:
- Não vejo motivo pra pagar 100 merréis por ano pra pagar minhas contas com um pedaço de plástico.
Ela disse:
- Mas senhor, nosso produto é diferenciado. Não podemos abaixar o valor.
Eu disse:
- Então, cancela!
Aí ela disse:
- Espere um minuto, por favor.
Voltou com a boa nova:
- Senhor, podemos deixar pelo valor que está, 4 x 16 reais.
Eu disse:
- Então, cancela!
Ela respondeu:
- Espere um minuto, por favor.
Mais uma vez:
- Senhor, podemos deixar por 3 x 16 reais.
Eu disse:
- Não quero. Cancela!
Ela novamente disse:
- Espere um minuto, por favor… Senhor, podemos deixar então por 2 x 16.
Aí, eu concordei. Mas tive a impressão que poderia sair dessa negociação com o Real-Visa me pagando pra usar aquela droga.

CASO 2:

A TVA reajustou os preços. Eu disse que não ia pagar aumento nenhum.
A atendente respondeu:
- Senhor, infelizmente não podemos fazer nada.
O que que eu fiz? Liguei pra Net e assinei com eles.
Liguei pra TVA e disse:
- Cancela!
A atendente robótica disse:
- Senhor, espere um minuto… O senhor não precisa cancelar. Manteremos o preço como está.
Respondi:
- Agora eu não quero, só estão me isentando do aumento porque eu estou cancelando!
Eles ficaram desesperados, porque eu estava cancelando 2 pontos de pacote total e mais a internet de alta velocidade.
Abaixo seguem as propostas que eles continuaram fazendo e as minhas respostas:
- Isenção de uma mensalidade…
- Cancela!
- Isenção de duas mensalidades…
- Cancela!
- Manutenção de apenas 1 ponto mais desconto permanente de mensalidade…
- Cancela!
- Manutenção de 1 ponto com pacote reduzido mais desconto permanente…
- Cancela!
- Proposta acima com inclusão de HBO e mais algumas mensalidades reduzidas com internet de alta velocidade.
- Cancela! Cancela! Cancela!
Cancelei, e agora pago mais barato!

CASO 3:

Quarta eu fui jantar num restaurante, e esqueci meu celular lá.
No dia seguinte, eu liguei pra Vivo e pedi que desligassem o número por segurança, até eu recuperar o aparelho.
A atendente disse, naquela língua do gerúndio odiosa:
- Senhor, estaremos cobrando uma taxa de 24 reais.
Eu me indignei:
- Como é? Eu pago 60 reais pra USAR o mês inteiro, e vou pagar 24 reais pra NÃO USAR o celular por três dias?
Ela respondeu que não tinha jeito.
O que que eu disse?
- Então, cancela!
Aí ela disse:
- Senhor, um minuto que eu vou estar lhe passando pra outro setor.
Atendeu uma outra mulher que disse que eu “poderia estar fazendo o cancelamento sem estar sendo cobrado pelo serviço.”
Eu respondi que se ela estivesse fazendo isso eu ia estar agradecendo.
De qualquer maneira, comprei um celular da Tim (125 minutos por 55 reais) e vou dar um chute nessa Vivo semana que vem.
Vai ser divertido ver eles implorarem!

MORAL DA HISTÓRIA:
Entenderam??? Não se esqueçam das palavras mágicas: “ENTÃO CANCELA!”

(Autoria Desconhecida)

Leia abaixo um trecho da crônica que escreveu Mario Prata em 25/02/2004, quando então era colunista do jornal O ESTADO DE PAULO

Pronto, abri a caixa de e-mail e achei o assunto. Acho que foi o e-mail de número 50 me perguntando uma mesma coisa. Aliás, faz tempo que estou pensando em falar nisso.

Eu queria falar sobre a polícia brasileira. Não sobre a polícia que trabalhou bravamente durante as enchentes e o carnaval, mas sobre uma polícia que não existe. A polícia da internet. Não existe uma delegaciazinha especializada, né? E os crimes estão rolando. E pra cima de mim. Pra quem eu reclamaria, se não tivesse este espaço aqui, senhora prefeita, senhor governador e senhor Lula?

É o seguinte: alguém soltou um texto pela internet chamado “Então cancela!”, e assinou o meu nome. E ainda assinou errado, com acento no a do Mario. O problema é que esta pessoa está cometendo um crime, algumas injúrias, usando o meu nome. Entre outras coisas, cai de pau em cima do Banco Real (onde num tive conta) e no cartão Visa (que tenho dois). Digamos que isto possa me prejudicar. Não poupa a Net nem os provedores.

Pelo pouco que eu entendo de computador e internet, sei que pode-se rastrear os e-mails e chegar ao primeiro, no que colocou o meu nomezinho lá. Mas a quem eu devo recorrer, se a delegacia ali da esquina tem uma Remington (para quem não viveu, é uma máquina de escrever, daquelas que você digita e imprime sem impressora, moderníssima)? E se o Visa cortar o meu barato (que é meio caro) como é que eu vou provar que não escrevi aquilo, prefeita, governador e presidente?

Pensem nisto enquanto curam a ressaca. País do carnaval é isso aí. Um texto a mais um texto a menos que diferença faz?

Tem alguém aí que pode me ajudar a achar este novo tipo de bandido, usando o meu nome para falar mal dos meus confetes e das minhas serpentinas?

2 Comentários Adicionar Comentário

lucia alexim :

passando para um abraço carinhoso, bjs meu

Lúcia Alexim :

Importante é saber cultivar a amizade, mesmo sendo poucos momentos, faça deles como se fosse o último de sua vida, bjs meu.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.
Responderei assim que for possível.
Sejam bem-vindos e obrigada pela visita!

Postagens mais Recentes Postagens Mais Antigas Início