-->
0

Suporte Técnico...

Editar postagem

Caro Suporte Técnico:

O ano passado fiz um upgrade do NAMORADO 5.0 para o MARIDO 1.0 e notei uma redução significativa da performance, principalmente nos aplicativos FLORES e JÓIAS, que operavam sem falhas em NAMORADO 5.0.

Além disso, o MARIDO 1.0 desinstalou outros programas importantes como ROMANCE 9.5 e ATENÇÃO AO QUE EU DIGO 6.5 e instalou aplicativos indesejáveis, como SUPERLIGA 5.0.

Também não tenho conseguido rodar os programas CONVERSAÇÃO 8.0 e LIMPAR A CASA 2.5. O sistema fica bloqueado. Tentei rodar o RECLAMAR 5.3 para corrigir esses bugs e não consegui nada.

Alguém pode me ajudar???
Ass.: Desesperada.
-------------------------------------------------------------------------------------------------

Cara desesperada:

Primeiro, tenha em mente que o NAMORADO 5.0 é um programa de entretenimento, enquanto MARIDO 1.0 é um sistema operacional.

Comece fazendo o download de LÁGRIMAS 6.2 e depois digite o comando C:\ EU PENSEI QUE VOCÊ ME AMAVA para instalar o CULPA 3.0. Essa operação atualiza automaticamente os aplicativos FLORES 3.5 e JÓIAS 2.0.

No entanto, lembre-se que o uso excessivo desses programas no MARIDO 1.0 pode ativar outros programas indesejáveis, como SILÊNCIO TOTAL 6.1 e FUTEBOL COM OS AMIGOS 7.0, que invariavelmente instala o CERVEJA 6.1.

Este último é terrível, pois cria arquivos tipo WAV da versão RESSONAR ALTO 2.5. De qualquer forma, NUNCA instale SOGRA 1.0 ou reinstale qualquer versão de NAMORADO. Estes programas são incompatíveis e irão bloquear o funcionamento do sistema operacional MARIDO 1.0.

Em resumo, MARIDO 1.0 é um ótimo sistema, mas tem limitações de memória e demora a rodar certos aplicativos. Para o perfeito funcionamento do sistema, sugerimos que a senhora adquira alguns programas adicionais. Recomendamos JANTAR ROMÂNTICO 3.0 e LINGERIE 6.9!!!

Tenha muito cuidado! Algumas clientes instalam o FILHO 1.0 para tentar dar estabilidade ao sistema e muitas vezes isso causa um efeito contrário, acarretando uma necessidade de verificação total do sistema para garantir a existência de espaço no disco rígido e, sobretudo, assegurar a existência de um adequado arquivo de paginação em MONEY 3.0!

Boa Sorte,

Atenciosamente,

Suporte Técnico

Fonte: Recebido por e-mail

Leia Mais »»
2

A Conta

Editar postagem

Num mundo onde tanta gente perde, sofre, se frustra, é quase natural que os que estão felizes da vida sintam a presença de uma espada sobre suas cabeças. O que fizeram para merecer tal sorte? A conta virá, certamente.

Como se ser feliz fosse um pecado, eles calculam o que imaginam estar devendo pra sociedade. Quanto pagarei por ter um relacionamento saudável e bacana, onde não há stress? Quanto vão deduzir do que ganhei em amigos, tantos e tão leais? Quando é que vou começar a ser castigado por ter me dado bem na profissão? E esta menina linda que inventou de se apaixonar por mim e encher minha bola dia e noite, quanto ela me custará?

É tanta gente se dando mal que, para aqueles a quem a felicidade sorriu, resta uma culpa tremenda. Ter nascido virado pra lua é considerado quase um defeito de caráter: como alguém ousa não ter problemas neste mundo cão em que vivemos?

Na verdade, problemas todos têm. Todos vezes todos. Se não é no trabalho é na escola, se não é na escola é com a família, se não é na família é no amor, se não é no amor é problema de saúde, se não é saúde, é grana, se não é grana, é a cabeça que anda mal. Alguma coisa sempre perturba, alguma coisa não está 100%.

Não há quem não carregue sua cruz. Mas tem gente que sabe dar a dimensão exata destes problemas que, se formos avaliar, são totalmente normais. Estar gorda, se desentender com o marido, ter uma mãe fiscalizadora, um patrão xarope, um salário meia boca, uma amiga que decepcionou, o que é tudo isso senão parte da vida?

A diferença entre uns e outros é que uns fazem disso uma calamidade e outros levam tudo mais serenamente, economizam-se. Irão se queixar e se atormentar só quando pintar algo realmente sério, que eles aguardam com total certeza da chegada. Porque este "algo realmente sério" será a conta pelos dias amenos, pelos dias ensolarados, pelo astral mantido lá em cima, por sentir-se realizado com pequenas alegrias, por estar satisfeito consigo mesmo, por não fazer drama à toa. Alguma coisa está errada na sociedade quando a gente se sente devedor por estar vivendo bem.

Martha Medeiros

Leia Mais »»
0

Destralhe-se

Editar postagem

"Bom dia, como tá a alegria?", diz dona Francisca, minha faxineira rezadeira, que acaba de chegar. "Antes de dar uma benzida na casa, deixa eu te dar um abraço que preste!", e ela me apertou.
Na matemática de dona Francisca, quatro abraços por dia dão para sobreviver, oito ajudam a nos manter vivos, 12 fazem a vida prosperar. Falando nisso, vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada. Já ouviu falar em toxinas da casa?

Pois são objetos e roupas que você não gosta ou não usa, coisas feias ou quebradas, velhas cartas, plantas mortas ou doentes, recibos, jornais e revistas antigos, remédios vencidos, meias e sapatos estragados... Ufa, que peso! O que está fora está dentro e isso afeta a saúde, aprendi com dona Francisca. "Saúde é o que interessa. O resto não tem pressa!", ela diz, enquanto me ajuda a "destralhar", ou liberar as tralhas da casa.

O "destralhamento" é uma das formas mais rápidas de transformar a vida e pode muito bem ajudar outras terapias. A saúde melhora, a criatividade cresce e os relacionamentos se aprimoram, também ensina o feng shui, com a delicadeza própria das artes orientais. Para o feng shui, é comum se sentir cansado, deprimido ou desanimado em um ambiente cheio de entulho, pois existem fios invisíveis nos ligando àquilo que possuímos. Outros possíveis efeitos do acúmulo e da bagunça: sentir-se desorganizado, fracassado e limitado, aumento de peso, apego ao passado...

No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga. Na entrada, restringem o fluxo da vida. Empilhadas no chão, nos puxam "para baixo". Acima, são "dores de cabeça". Sob a cama, poluem o sono. Então... Se dona Francisca falou e o feng shui concordou, nada de moleza! "Oito horas para trabalhar, oito para descansar, oito para se cuidar!", diz a comadre. "E nada de limpar só por onde o padre passa..."

"DESTRALHE-SE"

Perguntinhas úteis na hora de liberar os armários: por que estou guardando isso? Será que tem a ver comigo hoje? O que vou sentir ao liberar? E vá fazendo pilhas separadas de doar, vender e jogar fora.
Depois de destralhar, jogue sal grosso nos ralos. Ponha um prato com carvão no quarto (tira os cheiros e os fluidos ruins). Deixe um ramo de boldo em um copo com água para purificar. Passou de bom!

Para destralhar mais, livre-se de barulhos e luzes fortes, cores berrantes, odores químicos, revestimentos sintéticos, libere mágoas, pare de fumar, diminua o uso da carne, termine projetos inacabados. "Se deixas sair o que está em ti, o que deixas sair te salvará. Se não deixas sair o que está em ti, o que não deixas sair te destruirá", arremata o mestre Jesus, no evangelho de Tomé.

Acumular nos dá a sensação de permanência, apesar de a vida ser impermanente, diz a sabedoria oriental. O Ocidente resiste a essa idéia e, assim, perde contato com o sagrado instante presente. Dona Francisca me conta que as frutas nascem azedas e, no pé, vão ficando docinhas com o tempo. "A gente deveria de ser assim", ela diz. "Destralhar ajuda a adocicar." "Merecemos ter para ser", diz um mestre de feng shui. Se os sábios concordam, não sou eu que vou discordar...


Carlos Solano, arquiteto e escritor, é autor de livros de arquitetura e de Feng Shui. Este texto foi publicado na coluna Casa Natural, na revista Bons Fluidos, edição 109 - abril/2008.

Leia Mais »»
3

Gestão de Resultados

Editar postagem

Em uma cidade do interior, viviam duas mulheres que tinham o mesmo nome, Flávia. Uma era freira e a outra taxista.
Quis o destino que ambas morressem no mesmo dia. Quando chegaram ao céu, São Pedro as esperava.
- Nome?
- Flávia
- A freira?
- Não, a taxista.
Pedro consulta as notas e diz:
- Bem, ganhaste o paraíso. Leva esta túnica com fios de ouro. Pode entrar.
A seguir:
- Nome?
- Flávia
- A freira?
- Sim, eu mesma.
- Ganhaste o paraíso. Leva esta túnica de linho. Pode entrar.
- A religiosa então diz, indignada:
- Desculpe, mas deve haver engano.
- Eu sou Flávia, a freira!
- Sim, minha filha, e ganhaste o paraíso. Leva esta túnica de linho...
- Não pode ser! Eu conheço a outra, Senhor. Era taxista, um desastre! Subia as calçadas, batia com o carro, conduzia
pessimamente e assustava as pessoas. Nunca mudou, apesar das multas e repreensões policiais.
E quanto a mim, passei 65 anos pregando todos os domingos na
paróquia. Como é que ela recebe a túnica com fios de ouro e eu esta ‘simplesinha’?
- Não há nenhum engano - diz São Pedro.
- É que, aqui no céu, adotamos uma gestão mais profissional do que a de vocês lá na Terra..
- Não entendo!
- Eu explico: já ouviu falar de Gestão de Resultados? Agora nos orientamos por objetivos, e observamos que nos últimos anos, cada vez que tu pregavas as pessoas dormiam. E cada vez que ela conduzia o táxi, as pessoas rezavam!!
Resultado é o que importa!

Leia Mais »»
Postagens mais Recentes Postagens Mais Antigas Início